quarta-feira, 3 de outubro de 2012

A ineficácia dos treinamentos diante do “7º M”

 
Entre as muitas ferramentas da qualidade que contribuem para a devida análise e tratamento dos desvios da qualidade, o Diagrama de Ishikawa é uma das mais antigas e eficazes. Também conhecida pelo nome de “Espinha de peixe” pela sua configuração, esta ferramenta é tratada pelos técnicos como “Ferramenta dos 6 M”, uma vez que nos impele a estudar os casos através da distribuição e alocação das possíveis causas em suas 6 “gavetas”. São elas: Mão-de-obra; Materiais, Máquinas, Medidas, Meio e Métodos. Bem conduzida, a análise de problemas pelo diagrama, a causa raiz de qualquer desvio estará sempre em uma dessas gavetas.
Vale lembrar, no entanto, o “7º M”. Ausente na Terra; exclusivo de outros planetas como Marte e Saturno, este “M” não foi idealizado por Kaoru Ishikawa, mas serve para reforçar um aspecto vital ligado às questões da qualidade: o cuidado com a seleção e recrutamento de colaboradores, bem como com as responsabilidades de rotina que a eles delegamos. Em outras palavras, a falta de rigor com tais cuidados facilita um ambiente no qual podemos enxergar pessoas “erradas” cuidando de operações críticas. Mais: a quem estamos dando a responsabilidade pela execução de operações críticas que podem afetar a qualidade de nossos produtos e a reputação de nossas marcas e de nossa empresa?
Talvez Ishikawa colocasse esta questão específica na gaveta de “mão-de-obra”, ou até na gaveta “Métodos”. Estaria certo, visto que o ganho real do diagrama não é escolher de forma correta a gaveta, mas organizar as causas para estudo. Da minha parte, quando em Marte ou Saturno, prefiro separar tais situações em uma gaveta especial dedicada para desvios da qualidade deste tipo. Assim, além daquelas universalmente conhecidas (Mão-de-obra; Materiais, Máquinas, Medidas, Meio e Métodos) tenho reservado a gaveta do “7º M”: Má índole. Isto porque o tratamento nestes casos tem de ser imediato e cirúrgico, onde, convenhamos, ações específicas de treinamento nada tem a ver com as medidas que solucionarão este tipo de problema.
Em tempo, é bom lembrar que ligadas a esta gaveta “7º M” estão algumas outras distribuídas, também na forma de espinha de peixe. Algumas delas: Mentira, Maldade e Mutreta. Claro que visíveis somente com potentes telescópios nas montanhas de Marte e nas planícies de Saturno...
... Diante de tais casos, a ação de treinamento não será “solução” e muito menos “causa”...

Nenhum comentário:

Postar um comentário